Pular para o conteúdo principal

Metas para 2017



Este texto está longe de ser algo que você costuma encontrar no Facebook, com listinhas do que você deseja para 2017. Meu objetivo não é te dizer pra não fazê-las, muito pelo contrário. Eu acho ótimo e indico sim, mas vamos fazer com consciência. Fala sério, quantas listinhas de final de ano você já fez, e quando chegou no ano seguinte você viu que não cumpriu nadinha daquilo que você estabeleceu? Muitas vezes né?

Antes de fazer a tal lista, vamos fazer uma retrospectiva do ano que passou (e dos anteriores já que você não está fazendom isso direito né?). Pensa em tudo que aconteceu ao longo do seu ano, tudo tudinho. Realizações, frustrações, conquistas. Vamos separar mais ou menos assim:
  • O que aconteceu que deu certo/eu gostei.
  • O que aconteceu que deu errado/eu não gostei.

E diante desses fatos, ou caso você esteja com alguma dificuldade de amadurecer essa ideia (o que fazer para que continue assim, se for bom; o que fazer para mudar o que aconteceu, se foi ruim). 

Vamos pensar da seguinte forma:

  • O que aconteceu/qual é o fato.
  • O que eu pensei diante desta situação,
  • O que eu senti diante desta situação,
  • O que eu fiz diante desta situação.

Esses três quesitos irão te auxiliar para estabelecer as metas de forma mais realista baseada exatamente nas suas atitudes e nas consequências das suas atitudes. Ou seja, você vai criar metas pensadas por você e baseadas nas coisas realizadas por você. E não aquelas que você copia de alguém que publicou no facebook, totalmente incompatíveis com a SUA realidade.

O objetivo principal dessas listas é a evolução. É melhorar. Então não devemos ter vergonha do passado, ele é um grande aliado para nós neste momento. Ele que vai nos dar o direcionamento daquilo que temos que melhorar ou insistir. Vamos olhar para dentro de nós e buscar a resposta dentro de nós. Talvez aquilo que funcionava antes pra mim, não funciona mais. O que funciona pro outro, pode não funcionar pra mim.

Porque é fácil você ler lá no facebook "ser uma pessoa melhor". OK, isso é ótimo! Mas você vai ser uma pessoa melhor baseada em que? O que você precisa mudar na sua vida, nas suas atitudes, para ser uma pessoa melhor? Também ajuda se você pensar: onde eu quero estar daqui 1 ano? E daqui a 5, 10, 15? O que eu preciso fazer para alcançar isso?

Podemos até achar que "fazer academia" é uma meta que o outro colocou lá na listinha dele e você precisa também, então vai lá e coloca na sua listinha também. Mas você estuda, trabalha, trabalha inclusive sábado, ganha pouco. Ai você pode pensar que não irá gastar o pouco dinheiro que ganha para pagar academia se não pode ir, ou se você for mais ousado procurar uma academia mais cara mas que tenha a disponibilidade que você precisa, mas você chega em casa tarde e muito cansado e acaba não indo de qualquer forma. Viu só? A sua lista já está falhando ai. O objetivo no final do ano seguinte é você ter feito "check" em todas ou na maioria das coisas que você listou. Então porque não substituir essa meta de fazer academia por "praticar algum esporte/atividade física regularmente", "ser mais saudável".

Não é um método de escapar. Muito pelo contrário. Você amplia a sua meta para que de certa forma, quando você olhe para aquele papel colado na sua parede, você pense nas várias possibilidades de realizá-lo e finalmente cumprir os itens da sua lista.

É importante também pensar nas metas pensando só em você. Isso não é egoísmo. A questão por trás disso é que você não pode querer que o outro tenha as mesmas metas que você. Por mais que ele tenha, não podemos lhe atribuir essa obrigação de realizar junto à nós. Se a pessoa quiser acompanhar, ótimo. Se não quiser, ótimo também. Essa metas é pra você, com você, por você.

Agora que você já aprendeu como deve fazer sua listinha, me conta, quais são sua metas para 2017? Eu já fiz a minha. O que posso dizer é que o primeiro item da lista é dar mais atenção pro blog. Será que vou conseguir?

Ah, e não esquece de anotar tudinho pra no final de 2017 você comparar o que conseguiu realizar e o que não conseguiu, e estabelecer as novas metas pro ano que virá.

Beijinhos.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ela é minha menina. Eu sou o menino dela.

ELA É MINHA MENINA.
Doidinha, doidinha. Onde foi que você perdeu a cabeça? Um pouco atrapalhada, mas bem esperta. Por fora parece ser mulher, mas na verdade é uma menina. Sensível, chora por qualquer coisa (até mesmo de felicidade). É tem ciumenta e possessiva, quer as pessoas sempre juntinho, bem coladinho. E ai de você se olhar pra outra pessoa que não seja ela. Ela espera que você mande mensagem de manhã, de tarde, de noite, de madrugada... Ela quer ser lembrada. Quer sentir que é alguém especial. Ela espera que você a abrace de supresa, que roube beijinhos, que durma bem agarradinho. Tudo que você pedir ela vai dar um jeito de realizar (mas só se você estiver merecendo). Confia de olhos fechados, mas sempre abre um pouquinho um dos olhos, só pra ter certeza de que ela realmente fez a escolha certa. Se você combinar algo, pode ter certeza que ela vai estar lá.
EU SOU O MENINO DELA.
Eita. Ele é meio desligado, em? Hm, não é não, isso você que pensa. De bobo ele não tem nada. Está sem…

Carta para meu menino

ADVERTÊNCIA: Para ler apenas em caso de algo ter acontecido comigo. MENINA, sua.
Meu menino,
eu não sei como (ou por onde) começar.
Pronto! Comecei. Eu devo concordar com você em algo que me disse no passado: nós não combinamos. Eu não consigo entender esse seu costume de simplesmente ler e ignorar as mensagens que eu mando - e não porque você não teve tempo de responder, mas porque não QUIS. Eu já tentei de todas as formas, mas não dá. Preciso de alguém que de fato queira conversar comigo. Alguém que me mande uma mensagem depois que sair do trabalho e que me mande bom dia logo quando acorda. Alguém que compreenda que as vezes eu quero comer a sobremesa antes do prato principal. Que talvez eu queira ver o final do filme antes de ver o meio.
Devo admitir que adoro quando você me surpreende e me abraça por trás e afunda seu rosto em meu cabelo. E do jeitinho fofo de dormir beeem abraçadinho e não soltar por nada. Mas ainda não compensa os dias que você diz que adoraria estar comigo mas n…